Criado em 2006, o Programa de Segurança Económica (PSE) destina-se à prevenção da ameaça de espionagem económica em Portugal. É um Programa direccionado para empresas, entidades públicas, laboratórios e centros de investigação, e tem com principal objetivo estimular uma cultura de segurança virada essencialmente para a proteção do conhecimento. Os prejuízos resultantes da apropriação indevida, através de métodos clandestinos, de informação com valor econômico relevante para o bom desempenho das empresas, instituições públicas, e centros de investigação têm, cada vez mais, impactos negativos na segurança e no bem-estar das populações. Para procurar minimizar a capacidade das organizações envolvidas na espionagem econômica, o Programa desenvolveu, ao longo destes anos, um trabalho continuado de ações preventivas de sensibilização. Para se inteirar sobre outros aspetos do PSE, convidamo-lo a visitar a nossa página www.pse.com.pt.

BALANÇO ATIVIDADE PSE

O PSE realizou, no primeiro semestre deste ano, 207 ações de sensibilização em 203 entidades nacionais, com uma duração média de três horas em cada organização, para um universo total de 527 gestores e colaboradores de organizações em Portugal.

Neste semestre o número de ações de sensibilização aumentou seis vezes face a período homólogo de 2015. A maioria das ações de sensibilização foram dirrecionadas para a equipa diretiva, tendo, em alguns casos, abarcado parte ou a tidade dos funcionários das instituições.

O setor privado empresarial foi aquele onde se realizou o maior número de apresentações do PSE, continuando este a ser o objetivo prioritário do Programa, que visa, em especial, as empresas com forte componente de investigação e desenvolvimento e produção industrial no nosso país.

 

FUTURO PSE

Até ao final deste ano já estão agendadas novas ações de sensibilização, em particular, junto de entidades estatais e empresas do setor privado empresarial. Para 2017, pretende dar-se continuidade ao trabalho que vem sendo realizado nos sectores empresariais que mais contribuem para o desenvolvimento da economia portuguesa e crescimento das nossas exportações. Pretende-se aumentar o número de ações em entidades estatais para as quais a proteção da informação sensível constitui um pilar fundamental para garantir a segurança e acautelar os interesses nacionais. 

O Programa de Segurança Económica pode ser acionado pela nossa equipa ou por iniciativa dos interessados, através dos nossos contatos disponibilizados na página do PSE.

Clique aqui para saber mais